Acompanham o LAR

terça-feira, 4 de março de 2014

ESTÁ RESOLVIDO!!!

Oi, vizinhas, mui queridas e muito em especial aquelas que passaram por aqui, tiveram paciência em ler tooodo meu monólogo e, dedicar um espacinho do seu tempo - e em períodos em que o tempo é um dos bens mais valiosos que existe, fico imensamente agradecida e feliz. - para me direcionar algumas palavras.
Isso não tem preço. Muito, mas, MUITO OBRIGADA MESSSMO!
Hoje venho dar um retorno, daquilo que acabamos por decidir.
Como já havia dito, foi muito grande o sentimento de pena, literalmente, que se debruçou sobre o meu coração, e por conta disso fiquei me agarrando a estrutura já existente, e, que mesmo recebendo todo um reforço, que será o diferencial no final da história, será praticamente igual a que já existe, afinal, são as paredes externas, uma caixa, um retângulo....rsrsrs. 
Além de me parecer, botar dinheiro fora; quebrar e fazer, praticamente a mesma coisa.... 
Mas, como disse o arquiteto, poderemos ganhar tempo, iniciando do zero, ao invés de ter que ficar encaixando pilares de sustentação e abrindo buracos para realização das tais sapatas, nos alicerces....
Então, ontem, a tardinha mesmo, depois de conversar muito com marido, com a minha mãe, de vir aqui e ler os comentários, pensei, repensei, pesei e  liguei para o Valmor, o nosso arquiteto, e disse para ele que "não precisaria fazer mais uma planta, toda térrea, colocando os dois quartos e o banheiro nos fundos. Iríamos manter o projeto e realmente começar do zero."

Poxa, fiquei pensando que havia gostado tanto da faixada da casa, e, muita da beleza se devia aos dois pavimentos... a ideia do mezanino me encantou....então quer saber: vou deixar de ser abobada e, acompanhar o que meu próprio marido havia sugerido: começar do chão!

Até porque ia começar a espichar, espichar para os fundo, daqui a pouco ia encostar na piscina - é, temos piscina de chão, e, essa área ocupa espaço, e, ainda tem que receber os acabamentos; tá bem feinha, mas muito funcional pra aguentar esse verão terrível! - ia virar uma coisa compriida, sem fim. Fora que ia interferir, diretamente, na frente, no desenho da faixada.

Quer, saber, vamos nos jogar, e seja lá o que Deus quiser.
Estamos - tentando - fazer tudo pelo melhor, errar o menos possível; e, seja pelo ganho de tempo, que diz o arquiteto que teremos, seja pela maior segurança que sentiremos...

O arquiteto levou a planta para fazer as devidas alterações que havíamos sugerido e, tão logo a gente aprove a planta, ele entra com a papelada na prefeitura;  já nos disse que leva em torno de 1 mês para darem ok.
Agora, é esperar, é acompanhar os acontecimentos.

Bom, é isso, gurias. Por hoje é isso!

Beijos, hiper, mega afetuosos e agradecidos e, bora povo, que a partir de amanhã o Brasil acorda realmente para VIVER 2014!